Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?

Marketing

3 métricas do Marketing Digital que você deve ficar de olho

10 novembro, 2017

Para que seja possível atingir os objetivos das suas estratégias, é necessário acompanhar as métricas do marketing digital que realmente entregam valor para a sua análise.

Uma das principais vantagens do marketing on-line é que ele permite que você siga as suas métricas de performance em tempo real e com alta precisão. Não é mais preciso se apoiar em estimativas, como era no meio tradicional. Graças à tecnologia disponível hoje em dia, você pode ver exatamente quem foi impactado pelo seu conteúdo.

Para aproveitar o melhor dessa nova realidade, você precisa adquirir uma mentalidade voltada para métricas do marketing digital. Isso significa olhar para os números certos e tomar decisões estratégicas baseadas neles.

Conheça a seguir três métricas do marketing digital para ficar de olho:

1. ROI

Sigla de Return on Investiment (retorno sobre o investimento), essa métrica leva em consideração o que foi gasto e o que foi obtido em troca.

Com esse indicador, você pode ter certeza de que os seus esforços em marketing estão dando resultado ou se é necessário rever a estratégia para deixar de perder dinheiro. O ROI é decisivo para avaliar a eficácia de uma decisão e também pode servir de apoio para corroborar alguma escolha estratégica para a sua empresa.

Para calcular o ROI, você deve aplicar a seguinte fórmula:

(retorno – investimento inicial)/investimento inicial.

Se o seu resultado for 3, por exemplo, isso significa que o seu ROI foi três vezes o que foi gasto inicialmente.

Para que seja possível entender a qualidade dos seus resultados, é essencial que você crie o hábito de realizar essa análise periodicamente e possa comparar os números.

2. Custo de aquisição de clientes

O número de clientes parece aumentar a cada mês, mas o faturamento segue estagnado. Esse cenário parece familiar para você? Em caso positivo, trata-se de um problema de custo de aquisição de clientes em desequilíbrio.

Também chamada de CAC, a métrica mostra se você está gastando mais para adquirir clientes do que eles compram de você. Não faz sentido gastar mais do que eles vão gerar de retorno em vendas, portanto esse problema deve fazer soar o alerta em sua análise.

Idealmente, o seu CAC precisa ser cada vez menor. Isso representaria que você está conseguindo investir menos para obter retornos maiores.

Assim como na conta do ROI, você deve levar em conta todos os gastos de marketing para chegar até um indicador fiel. Isso inclui, por exemplo, salário da equipe envolvida, uso de telefone, ferramentas contratadas, valor investido em mídia paga, entre outros.

 

3. Lifetime value

Também chamado de LTV, o lifetime value mostra o real valor de um cliente para a sua empresa.

Trata-se de uma métrica que deve ser acompanhada lado a lado com o CAC, já que permite determinar a qualidade dos seus resultados.

Essencialmente, resume o quanto um cliente deverá gastar com você durante esse relacionamento. Por exemplo, quem assina um serviço passa a ter um LTV multiplicado por cada mensalidade paga.

É por conta da importância do LTV que boas estratégias de fidelização de clientes devem ser desenvolvidas. Assim, você consegue fazer com que mais gente volte para comprar mais de você e aumente o seu valor.

Acompanhar o LTV é decisivo porque ajuda a detectar problemas que geram resultados ruins. Um indicador baixo pode requerer atenção especial à sua política de preços ou até mesmo à abordagem de conteúdo, para que seja capaz de transmitir o real valor do seu produto.

Crie o hábito de observar esses números para que seja possível atuar de maneira cada vez mais estratégica.

Curtiu o artigo? Agora é hora de aprender a calcular o Share of Voice da sua marca!

Newsletter VX Comunicação

Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?