Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?

Negócios

Conheça as diferenças entre a comunicação B2B e B2C

11 abril, 2019

Para se comunicar, planejar uma estratégia de marketing ou até mesmo criar um plano de inbound marketing para uma empresa, é preciso ter em mente o público-alvo e os objetivos do seu negócio.

Desta forma, é preciso analisar qual tipo de comunicação sua empresa irá adotar: B2B ou B2C? Se você ficou em dúvida quanto às siglas, nós vamos esclarecer para você.

Comunicação B2B e B2C

Qual a diferença entre B2B e B2C?

A comunicação B2B, ou seja, Business to Business, é quando empresas fazem negócios com outras empresas. Já a B2C, traduzida para Business to Consumer, é quando uma empresa vende diretamente para o consumidor final.

É muito importante conhecer as diferenças entre essas estratégias para poder se comunicar adequadamente com a sua persona, pois cada um possui formas de atendimento, estratégias e planos de marketing diferenciados. Esses dois tipos de modelo podem ser operados por um mesma empresa, desde de ambos adotem diferentes abordagens e formas de comunicação com o cliente.

Se analisarmos por outra perspectiva, o marketing B2B destina-se a executivos e influenciadores de empresas, enquanto o B2C busca atingir os consumidores finais a fim de torná-los fiéis à marca. Quer ficar por dentro de todas as dicas e diferenças desses dois universos? Então continue acompanhando o nosso post!

Como é o comportamento do consumidor?

Como já citado anteriormente, os dois tipos de comunicação possuem públicos-alvo diferentes, portanto, possuem comportamentos distintos também. Vamos às diferenças?

B2B

As compras realizadas através de pessoa jurídica, ou seja, pelas empresas, são de caráter racional. Aqui o foco está em reduzir custos, gerar lucro e aumentar a produção, por exemplo. Diferente do B2C, um gestor não irá adquirir um produto ou serviço por achar que ele é o “mais bonito” para aquele momento.

Nesse caso, é bem comum o uso de dados e informação que ajudem na tomada de decisão, já que o perfil corporativo tem uma necessidade maior de provar conceitos e custo benefício. Enquanto os consumidores finais do B2C são levados pela emoção e desejo, as empresas estão empenhadas em fazer todas as análises possíveis para a garantia de seus negócios.

B2C

A comunicação B2C é voltada para a massa e tem como objetivo, entender as necessidades básicas e desejos do público. Não é à toa que grande parte das suas campanhas são focadas em relacionamento e conversão de vendas através de promoções.

No B2C já existe uma demanda latente, logo, seu dever é estimular o consumidor através de campanhas que trabalhem o lado emocional de suas ações.

Como trabalhar os dois tipos de clientes?

As maneiras utilizadas para colocar o B2B ou o B2C em prática podem até ser iguais, através do uso de redes sociais, e-commerces, blogs e e-mail marketing, porém a diferença estará na forma como será feita o uso desses meios de comunicação.

B2B

Nesse nicho a dica é construir confiança com o cliente. Como geralmente as compras são feitas em escala maior, esse acaba sendo um fator decisivo na comunicação.

Com jornadas de compra mais longas, o B2B requer foco na geração, segmentação e nutrição dos leads, através de uma educação do mercado, a fim de gerar vendas a médio e longo prazo.

Ao falarmos de mídias sociais, o indicado é uma linguagem mais formal e técnica, já que devemos estar focados em gerar um relacionamento entre empresas.

O Linkedin e Facebook, respectivamente, lideram 40% e 30% no ranking das plataformas mais usadas para fazer marketing B2B. Porém, uma rede social focada no relacionamento comercial vem crescendo no mercado. A Empreendemia é uma rede social que conta com mais de 40 mil empresas cadastradas e funciona para a troca de cartões de visita, a fim de buscar fornecedores e empresas de determinados nichos.

B2C

Na comunicação B2C, a emoção é um fator determinante na tomada de decisão. Desta forma, devemos sempre priorizar o relacionamento com os clientes finais. Busque ações que trabalhem o emocional do cliente. Empresas como o Boticário e Itaú, por exemplo, sabem exatamente como utilizar dessa tática.

Promoções, descontos, cartões fidelidade e outras alternativas também são ótimas maneiras de se aproximar do consumidor. Invista nas redes sociais através de posts que engajem o seu público-alvo e esteja sempre disposto a interagir e a sanar as dúvidas que surgirem.

Agora você já conhece as diferenças entre esses dois tipos de comunicação e sabe que é possível trabalhar ambas em uma mesma empresa. Então, que tal aprender um pouco mais sobre formas de anunciar a sua empresa?

Newsletter VX Comunicação

Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?