Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?

Tecnologia

Conheça as Web Stories do Google e comece a utilizar essa estratégia no seu negócio

4 fevereiro, 2021

Diante de um cenário de crescente dificuldade de exploração de ambientes físicos, seja pelo custo envolvido ou por fatores externos, como ocorrido com a pandemia do COVID-19, a expansão do e-commerce foi potencializada. Esse aumento da migração das atividades comerciais para ambientes virtuais, também está diretamente associado ao aumento de investimentos em marketing digital.

Partindo desta nova conjuntura, observou-se um processo de aprimoramento das tecnologias disponíveis no mercado, que se viram em posição adequada para desenvolver novos recursos, ferramentas e instrumentos que buscam oferecer conteúdos capazes de gerar maior grau de engajamento com o produto, reconhecimento da marca no mercado e, finalmente, potencialização das vendas.

O novo cenário exige das empresas uma incessante busca pela apresentação de seu produto ao mercado da forma mais personalizada possível. Há quem prefira ler artigos e especificações técnicas, já outras, se identificam com apresentações através de imagens ou vídeos. O profissional que atua com Marketing e estratégias de vendas deve saber explorar cada formato para envolver os seus usuários, extraindo de cada iniciativa a máxima eficácia.

É justamente nesse contexto que vamos abordar os Web Stories, um tipo de ferramenta que está disponível para quem usa o Google a partir do smartphone. Esse conteúdo funciona exatamente da forma como o nome sugere, ou seja, uma sucessão de imagens e vídeos que permitem contar uma história em um formato rápido e próprio para celulares, de forma a criar uma infinidade de possibilidades de estratégias de engajamento e fortalecimento da marca no mercado.

Você já ouviu falar do Web Stories? Acompanhe o nosso post e entenda sobre como pode utilizar este recurso nas estratégias da sua empresa.

O que são Web Stories?

Quando o Snapchat desenvolveu o conceito inicial de “Stories”, fundamentado em vídeos curtos agrupados de forma a criar uma história, disponibilizados por tempo definido pelo usuário, certamente não imaginou o impacto que tal funcionalidade teria na forma de produção e consumo de conteúdos no ambiente virtual.  O sucesso foi tão grande que rapidamente todas as demais redes sociais existentes desenvolveram ferramentas semelhantes acopladas às suas plataformas.

O Web Stories segue o formato padrão criado pelo Snapchat e popularizado pelo Instagram. Também conhecido como Google Web Stories, a ferramenta apresenta vídeos e imagens em estilo de carrossel disponibilizados para usuários do aplicativo do Google em smartphones ou tablets.

Anunciado em fevereiro de 2018, inicialmente a funcionalidade foi nomeada como “Google AMP Stories”. Tratava-se de um novo formato de publicação de histórias com a possibilidade do uso de imagens e vídeos curtos sem limitação de prazo de duração. A ferramenta possibilitava aos publishers a produção de conteúdos, que eram divulgados através dos resultados de busca na plataforma.

Apesar da inovação, a ferramenta não alcançou a popularidade extrema de seus similares nas redes sociais, uma vez que a produção de conteúdos era limitada aos sites de grandes veículos e anunciantes, o que afastava o grande público.  Ainda assim, o gadget  tentava compensar tal perda oferecendo um ativo capaz de encher os olhos de qualquer publisher: a gigantesca quantidade de tráfego da internet que passa pelo mais famoso e utilizado aplicativo de buscas do mundo.

Em outubro de 2020, contudo, o Google ampliou o alcance da sua funcionalidade de Stories, eliminando a necessidade da busca ativa, e oferecendo as histórias visuais em uma área própria, chamada “Discover”. Essa tática fez com que aumentasse o alcance e o consumo do conteúdo produzido e disponibilizado através da ferramenta. Ao rebranding, foi adicionado um novo nome, mais simples e abrangente: “Web Stories”.

O mais importante, no entanto, foi a simplificação da produção de conteúdo e a sua disponibilidade de acesso a qualquer pessoa interessada. Segundo dados do próprio Google, antes da virada do ano, mais de 2.000 sites já haviam publicado Stories indexados ao site de buscas, trazendo um significativo aumento de tráfego e visibilidade aos produtos anunciados.

Como criar Web Stories?

Nada melhor do que poder oferecer ou explorar uma estratégia de Marketing Digital fundamentada no formato de Stories, o mais consumido em ambiente virtual, associada à principal ferramenta de buscas na Internet, não é verdade? Mas como utilizar de forma adequada? 

O Web Stories pode ser explorado por meio de programação clássica. Mas grande parte do rebranding pelo qual a marca passou no final do ano passado tinha por objetivo a simplificação desse processo, através da disponibilização de aplicativos e acessórios para facilitar a produção de conteúdo. 

É possível explorar o Web Stories através de um simples plug-in para o WordPress, ou mesmo através de aplicativos de fácil utilização, como o MakeStories ou o NewsroomAI.

Algumas recomendações para a criação de Web Stories

Ao optar por uma estratégia fundamentada na exploração de conteúdos via Stories, seja em qualquer plataforma, é preciso atenção para não cometer erros básicos que podem acarretar prejuízos à própria campanha. Essa atenção deve ser redobrada ao utilizar a ferramenta do Google, devido às suas características específicas.

O próprio Google sugere a priorização do uso de vídeos, considerado o tipo de mídia mais indicado, por gerar mais engajamentos que textos e imagens, mídias que devem ser utilizadas de maneira complementar e limitada. A utilização de mais do que 280 caracteres em cada bloco é desencorajada.

A própria plataforma indica que os Stories são ajustados à tela do dispositivo, e isso costuma cortar as bordas da figura, razão pela qual deve ser evitado ao máximo o uso de textos no formato de imagem. Caso exista texto nela, foque em ocupar a parte central da figura.

Além disso, o próprio Google avalia a qualidade do conteúdo produzido e disponibilizado através dos Web Stories. Ou seja, a garantia de um bom SEO está intimamente relacionada com a qualidade do conteúdo disponibilizado.

Quais são as vantagens dos Web Stories?

O que você faz quando quer passar o tempo? Para cerca de meio bilhão de pessoas por dia, a resposta seria abrir as redes sociais e navegar pelos stories.

Os Web Stories são um formato de conteúdo de rápido consumo, de simples utilização e que permite ao publisher entrar em contato com o público-alvo, aumentando a eficácia da campanha e trazendo mais tráfego.

Se adequadamente configurado, observadas as orientações do Google, o conteúdo será disponibilizado para os usuários, o que resulta não apenas em um nível maior de divulgação do produto ou da marca, mas entrega a um público previamente selecionado, mais propício a consumir o produto ou serviço oferecido. Tudo isso dentro da maior plataforma de busca online disponível no mercado.

Além disso, as fotos e vídeos facilitam a compreensão sem exigir do consumidor grande esforço ou concentração. Assim, a ferramenta pode ser utilizada de maneira estratégica, desenvolvendo mais oportunidades para engajar a sua audiência a qualquer momento.

E aí? Já está familiarizado com o Google Web Stories? Já imaginou as possibilidades que essa nova ferramenta pode trazer para sua campanha publicitária? Conheça as novas tecnologias e a melhor forma de aplicação ao seu negócio com a VX Comunicação.

Newsletter VX Comunicação

Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?