Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Marketing

Data driven marketing: saiba mais sobre essa estratégia

22 novembro, 2018

Você sabia que é possível aplicar ciência de dados em marketing digital? Parece algo distante da rotina de uma empresa, mas não se engane: o nome disso é data driven marketing (marketing orientado a dados).

Essa estratégia se baseia no uso de tecnologias modernas para a análise de conteúdos gerados pelo mercado, pela organização e por seu público-alvo. Nessa abordagem, profissionais de marketing conseguem mapear tendências e obter informações valiosas para pensarem em ideias criativas de divulgação, que podem ser convertidas em decisões acionáveis e ações práticas.

Acha que esse tipo de solução está distante do seu negócio? Saiba que pode estar mais perto do que parece! Quer saber como? Continue lendo e descubra!

Data driven marketing: conheça essa estratégia

Qual o objetivo do data driven marketing?

O propósito do data driven marketing é aperfeiçoar estratégias e processos de marketing, possibilitando à empresa descobrir tendências e acompanhar mudanças no comportamento do público. Basicamente, o desejo de todo gestor da área.

Essa solução também permite encontrar riscos e oportunidades com base nos dados coletados, de modo a melhorar a visão que se tem sobre os consumidores e potencializar a atuação da empresa. Dá para compreender a jornada de compra do cliente e ainda descobrir quais fatores influenciam suas decisões.

Quando a marca entende melhor como atender seus consumidores, fica mais fácil desenvolver ações de publicidade efetivas. Com o data driven marketing, você será capaz de eliminar horas de análises infrutíferas tentando entender como fazer sua próxima campanha. Em outras palavras, poderá dar adeus a muitas reuniões cansativas que não levam a lugar nenhum.

Como ele deve ser aplicado?

Como visto, data driven consiste em uma metodologia orientada a dados provenientes de Pessoas Físicas (PFs) ou Jurídicas (PJs), tanto clientes quanto parceiros. Até mesmo concorrentes podem ser analisados em busca de informações que ajudem nas ações de marketing.

Para empregá-lo, é preciso adotar soluções tecnológicas que utilizam algoritmos que cruzam e processam grandes volumes de dados, gerando análises valiosas para a empresa. Para tanto, é possível utilizar uma solução específica de automação de data driven.

Mas se você não tiver know-how para lidar com esse tipo de solução, tampouco a infraestrutura tecnológica necessária, não se preocupe! Afinal, há alternativas compostas que possibilitam desenvolver uma gestão de marketing baseada em dados. Uma delas é buscar uma parceira com conhecimento da área e que analise o público da sua organização com as ferramentas dela.

 

Quais os benefícios de data driven marketing?

Agora, vamos conhecer as vantagens de adotar essa estratégia. Siga conosco e veja os resultados que você pode colher!

Segmentação mais eficiente de consumidores e anúncios

Se a sua empresa tem dificuldades para segmentar o público, o data driven marketing pode ajudar você! Afinal, ao analisar os dados, sua empresa conseguirá saber qual perfil tem maior interesse pelo seu produto ou serviço.

Também conseguirá entender quem está engajado com seus esforços de marketing em cada mídia, podendo, inclusive, mapear em que horários esses indivíduos se encontram ativos. Dessa forma, a empresa saberá quando direcionar suas ações de marketing e em que canais. Já pensou o tanto que você economizará ao tornar suas abordagens mais precisas?

Vale uma curiosidade: na proporção em que potenciais clientes navegam por meios virtuais, o que inclui sites de anunciantes e de outros editores ou organizações, 90% dos anunciantes empregam alguma forma de dado online para segmentar anúncios. É o que mostra a pesquisa Digital Advertising 2020, da Salesforce. Que tal começar a segmentar com a ajuda de dados também?

Produção de conteúdos valiosos e relevantes

Produzir um conteúdo relevante para o seu cliente é essencial. Além de ter mais chances de atraí-lo, economiza recursos financeiros e tempo que seriam gastos com mensagens ineficientes. Sendo assim, para que perder horas depois do trabalho quando dá para otimizar a sua rotina?

A fim de gerar valor por meio do seu conteúdo, é importante customizar sua comunicação conforme as características e necessidades de sua persona. Como a estratégia de data driven marketing é baseada em dados, fica mais fácil filtrar o que é relevante ou não para ela.

Melhor mensuração das ações de marketing digital e do ROI

As atividades realizadas com data driven marketing são mensuráveis, isto é, você conseguirá obter indicadores facilmente sobre processos, interações e resultados de estratégias. Além disso, terá como descobrir o Retorno Sobre o Investimento (ROI) de seus esforços de marketing.

Os dados coletados apontarão o que teve êxito ou não, além de ajudar na definição de hipóteses para corrigir os erros. Com o data driven marketing, você dificilmente ficará no escuro!

Otimização da experiência do cliente

Caso verifique uma conversão inferior ao desejado em determinada etapa de sua campanha, ou uma taxa de rejeição muito alta, você conseguirá mapear mais facilmente os motivos disso. Consequentemente, poderá arrumar o que estiver errado para elevar a experiência do cliente! Como resultado, as vendas e o índice de retenção tendem a aumentar.

Possibilidade de fazer testes A/B eficientes

Testes A/B são capazes de refinar suas ações de marketing. Os dados gerados por eles também permitem avaliar quais elementos geraram melhores resultados. Desse modo, você não perde tempo tentando imaginar o que funcionará melhor para suas personas e passa a tomar decisões com base em dados, como estatísticas de conversão, de cliques, de acesso etc.

Um resultado disso é que você conseguirá focar ações que geram maior ROI, são mais eficientes e ainda agregam maior valor ao público. Legal, não é mesmo?

Como a coleta de dados pode ser feita?

É possível coletar dados de diferentes fontes, por meio de:

  • pesquisas de público;
  • cadastros de clientes;
  • monitoramento de redes sociais;
  • ferramentas de automação de marketing;
  • Google Analytics etc.

Vale destacar que é possível combinar dados first-party e third-party para otimizar a performance do marketing. O primeiro grupo corresponde à base de informações que possibilita entender o relacionamento do cliente com o negócio.

Em outras palavras, tem a ver com dados de consumidores que realizam interface direta em seus canais. Para obtê-los, basta analisar, por exemplo, o sistema Customer Relationship Management (CRM) da empresa e seu website.

O segundo grupo, por sua vez, envolve provedores de dados de terceiros. Esses agentes contam com um grande volume de informações sobre consumidores, obtidos em outras plataformas, podendo comercializá-los com a sua empresa. Ao juntar os dois tipos de dados, você obterá uma avaliação mais completa do comportamento do seu cliente.

E não para por aí quando o assunto é otimizar suas análises. De acordo com um estudo da Econsultancy, em parceria com a Google, 93% dos profissionais de marketing concordam que a cooperação entre as equipes de análise e de marketing é fundamental para produzir resultados. Basicamente, juntar esses dois times pode ser muito vantajoso para o sucesso das campanhas publicitárias do seu negócio.

Vale a pena adotar o data driven marketing para aprimorar a divulgação dos seus produtos ou serviços. E ainda dá para melhorar o que já estava bom se você realizar um planejamento de marketing digital, de modo a definir previamente quais dados serão levantados e, ao longo do tempo, otimizar o plano com as informações obtidas. Ao saber o que clientes querem e como se comportam, cada nova campanha poderá ser mais eficiente do que a anterior.

Por falar em planejamento de marketing digital, venha saber mais sobre esse importante processo e dê um gás nas mídias online do seu negócio!

Newsletter VX Comunicação

Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?