Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Marketing

Como usar mobile Marketing em estratégias de conversão?

5 abril, 2018

Quando você precisa fazer uma consulta rápida ao Google ou procurar um contato em suas redes sociais, qual dispositivo você utiliza: o computador ou um smartphone?

Com dispositivos que cabem no bolso e conexão wi-fi em todos os lugares, os usuários conseguem resolver uma série de problemas em questão de minutos. Com um mercado tão promissor, as empresas mais inovadoras logo começaram a investir em estratégias de mobile marketing.

Essa vertente do marketing envolve a criação de campanhas que aplicam estratégias voltadas para dispositivos móveis para atender as necessidades dos usuários nos momentos necessários. Por isso, além da criação de conteúdos, também é comum que as empresas que investem nesse segmento contem com aplicativos.

Quer entender como converter mais leads com o mobile marketing? Veja o que preparamos para você!

Por que investir em Mobile Marketing?

O mobile marketing é um verdadeiro aliado no processo de conversão de leads em um negócio. Em 2015, o acesso de dispositivos mobile ultrapassou os realizados pelo dekstop, segundo o Consumer Barometer do Google. Essa mesma pesquisa mostrou que o acesso à internet era feito com maior frequência pelo smartphone para 32% dos entrevistados.

Em relação ao ciclo de vendas, ainda nesse estudo, 46% dos usuários declararam usar o smartphone para encontrar inspirações de produtos; 32% usavam os dispositivos mobile para comparar preços e 28% procuravam resenhas e conselhos. Mas quais seriam, então, as práticas de marketing mobile?

Para segmentar campanhas de marketing para usuários de dispositivos móveis, você pode e deve investir na criação de aplicativos, newsletters, contar com um site amigável e adaptado para dispositivos móveis e usar mensagens de texto (SMS). Entenda melhor a seguir.

Como usar o mobile marketing?

Uma estratégia de mobile marketing focada na conversão se ampara no fornecimento de conteúdo relevante e na experiência do usuário. Para isso, é preciso que você:

Tenha um aplicativo para seu negócio

A construção de aplicativos tornou-se mais acessível. Essenciais em uma estratégia de mobile marketing, os aplicativos oferecem uma boa experiência, atraem clientes, fidelizam e coletam dados.

Fique atento ao funil de vendas

Em uma estratégia de conversão com mobile marketing, a aplicação do funil de vendas é tão fundamental quanto em outros segmentos do marketing.

Nas app stores, a jornada de compra, geralmente, consiste em 4 etapas: visitantes, downloads, usuários ativos e clientes (usuários adeptos da versão paga de seu app).

A maioria das empresas opta por duas estratégias: aumentar o número de visitantes únicos, que consequentemente provoca um aumento nas etapas seguintes, ou melhorar as taxas de conversão. O ideal é que você trabalhe com essas duas vertentes, melhorando o volume de usuários de topo de funil e otimizando suas conversões.

Fique atento ao seu retorno sobre o investimento (ROI). Se você se concentrar apenas no aumento de visitantes ou no número de downloads, sem se preocupar se esses usuários fazem parte de seu público-alvo, as chances de conquistar novos clientes serão mínimas.

Otimize o conteúdo para dispositivos móveis

Pense nas situações em que você utilizou seu celular para ler um artigo ou checar e-mails. Você provavelmente tinha poucos minutos para fazer isso ou estava tentando passar o tempo. Nas duas situações, você não deseja se deparar com conteúdos complexos, repletos de abas ou imagens pesadas.

Especialmente em uma estratégia de mobile marketing, é muito importante que você garanta que a audiência entenda o conteúdo claro desde o início e conte com uma página leve e simples de usar.

Torne o artigo fácil de processar. Destaque os trechos mais importantes e produza textos fluidos e claros. Faça com que sua produção seja compartilhável.

Além disso, teste diferentes tipos de conteúdo para verificar o que tem melhor performance entre os usuários mobile. O seu público gosta de tutoriais, listas ou artigos longos? Faça protótipos, testes A/B e mensure os resultados!

 

Aplique o geomarketing

O geomarketing baseia-se na observação de informações geográficas para planejar e implementar atividades de marketing. O objetivo é adequar as suas ofertas ao consumidor final. Dentro desta estratégia, vale utilizar o Google Meu Negócio.

A plataforma gratuita do Google reúne suas informações de endereço e telefone para que os internautas entrem em contato com facilidade. Assim, ela não só democratiza as buscas locais como também aprimora seu SEO local.

Para usar a ferramenta, basta ter uma conta no Google, conforme você pode ver neste fluxograma.

Monitore o engajamento

Apesar do engajamento parecer uma métrica subjetiva, há uma série de KPIs tangíveis que podem ajudá-lo nessa tarefa:

  • intervalo de sessão: esse KPI indica a frequência com que o usuário abre o seu aplicativo;
  • tempo por sessão: aqui, você mensura quanto tempo o usuário gasta em seu aplicativo em uma única sessão;
  • taxa de conversão em ações: indica a porcentagem de usuários que completam uma determinada ação em seu app.

Em geral, os especialistas apontam que um usuário ativo é aquele que acessou o aplicativo mais de 10 vezes em um período de 30 dias. Essa definição pode mudar de acordo com a natureza de seu aplicativo.

Crie formulários progressivos

Uma estratégia de geração de leads necessita da coleta de dados. Somente com essas informações em mãos, você consegue criar campanhas direcionadas aos interesses de seu público em cada etapa do funil de vendas e melhorar seu índice de conversões. Contudo, em dispositivos móveis, o preenchimento dos campos pode ser um tanto incômodo. Por isso, você deve investir em formulários progressivos.

Esse tipo de formulário permite que o usuário que retorna ao seu site preencha apenas os campos que ainda não foram respondidos. Assim, ele não encara as mesmas perguntas e tem uma experiência melhor dentro de seu site ou aplicativo.

Explore o remarketing para apps

Campanhas de engajamento para aplicativos necessitam de listas segmentadas de remarketing para que você encontre e atinja o público-alvo de sua ferramenta.

No caso de aplicativos para iOS, no AdWords, você precisa apenas configurar o remarketing na opção “Apenas na Rede de Display — engajamento com apps para dispositivos móveis”.

Já em um aplicativo para Android, você pode vincular sua conta do AdWords ao Console do desenvolvedor do Google Play de seu app. Dessa forma, você cria uma lista de remarketing com os usuários da sua ferramenta automaticamente.

Para criar novas listas de remarketing no AdWords, vá até a opção “Biblioteca compartilhada”, clique em “Públicos-alvo” e, em seguida, em “+Lista de remarketing”.

Aumente a visibilidade de seu app com mídia paga e ASO

Mídia paga e ASO (App Store Optimization) são estratégias complementares e devem ser aplicadas na divulgação de seu app.

O ASO é focado na aquisição de usuários orgânicos e na otimização das páginas. Nele, são trabalhadas palavras-chave e elementos visuais essenciais para um bom posicionamento do aplicativo na loja.

A mídia paga é importante para trabalhar o alcance de sua marca entre o público-alvo. Com os mecanismos de segmentação, fica mais fácil conseguir usuários que estejam dentro do perfil de prospect.

Neste artigo, você compreendeu como e por que investir em estratégias de mobile marketing é essencial para acompanhar o seu público e surpreendê-lo com uma experiência de marca positiva. Tenha em mente que a experiência do usuário e o fornecimento de conteúdos relevantes são os pontos-chaves dessa estratégia.

Se você gostou deste texto, saiba que podemos te ajudar com essa e outras estratégias! Entre em contato com a gente e conheça as melhores práticas em serviços online e offline.

Newsletter VX Comunicação

Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?