Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?

Marketing

Como criar bons conteúdos para seu blog?

13 dezembro, 2018

A criação de conteúdo é uma das estratégias mais usadas por quem almeja aumentar a presença digital de uma empresa.

E para isso você só precisa de um blog ligado ao seu site. Porém, criar conteúdos bons o suficientes para alcançarem as primeiras posições nos sites de busca não é uma tarefa simples.

Continue acompanhando o nosso post e fique por dentro de todas as vantagens e dicas para turbinar o seu blog!

Saiba como criar bons conteúdos para seu blog!

Por que investir em um blog?

Se você ainda não tem um blog, deve estar se perguntando no que ele pode ajudar a sua empresa. Quando você tem um blog com conteúdos sobre o seu tema de atuação, isso ajuda sua marca a passar mais credibilidade ao consumidor.

Além disso, você passa a gerar autoridade no assunto, ou seja, suas chances de atrair tráfego e clientes potenciais cresce consideravelmente. Esses dois pontos em conjunto, podem proporcionar não só um melhor relacionamento entre empresa e público-alvo, como também novas oportunidades de parcerias, aumento de indexação do Google e ainda melhora no seu posicionamento nos mecanismos de buscas

Outro ponto que merece destaque é a relação custo-benefício, pois um blog não possui grandes custos, e ainda por cima, oferece bons resultados.

Ainda não tá convencido dos benefícios? Então saiba que seu blog pode servir como uma base para o processo de qualificação de leads, já que é muito comum que o visitante que acessa o site não esteja inteiramente pronto para realização de uma compra.

Quanto mais informações você fornecer sobre um produto ou serviço, mais valor o potencial cliente atribuirá à experiência gerada pela empresa e à mercadoria em si. Essa qualidade pode ser usada para aumentar o ticket médio das vendas e fidelizar clientes a longo prazo.

As melhores práticas para seu blog

Um problema muito comum na hora de escrever os conteúdos para o blog é conseguir alinhar as informações de maneira a agradar o público.

Muitas vezes nos deparamos com textos técnicos demais, que nos desmotivam a ler porque usam uma linguagem difícil. Mas como achar as medidas corretas?

Fica ligado que vamos compartilhar algumas dicas com você:

Título

O título é peça fundamental já que ele será o responsável por convencer a pessoa a clicar no link, mas o mais importante, a ler o conteúdo. Ele será o principal fator que influenciará na CTR (taxa de cliques) do seu blog.

Já ouviu falar em uma técnica chamada AIDA? Ela defende que um bom título precisa despertar 4 elementos principais:

  • Atenção: número altos em listas e palavras-chave à esquerda são exemplos de técnicas que aguçam a atenção do leitor.
  • Interesse: faça uso de adjetivos que gerem interesse ao público, tais como: melhores, imperdível, grandes.
  • Desejo: desperte o desejo de ler, expressões como: gratuitos ou conquiste, por exemplo, sempre ajudam nesse momento.
  • Ação: chame para uma ação, isso pode ser através de frases como conheça agora, clique aqui, venha fazer parte.

Exemplo: Conheça agora as 10 melhores dicas para aumentar as visitas no seu site!

Introdução

Fez o usuário clicar no seu link? Agora o próximo passo é prender a atenção dele na introdução para que ele possa se interessar em ler todo o conteúdo!

Muitas pessoas não dão a devida importância a essa parte do texto. É preciso informar de maneira resumida qual é o conteúdo abordado e os pontos que serão destacados, para assim cativar os leitores e aumentar o tempo de permanência na sua página, o que é um ótimo fator de rankeamento.

Experiência do leitor

Nessa etapa seu objetivo deve ser tornar a leitura do seu leitor o mais fluida e prazerosa possível. Como fazer isso?

Comece fazendo parágrafos curtos! As pessoas estão mudando a forma como consomem conteúdo. Se antes eram acostumadas com textos em blocos muito longos, hoje dão preferência a estruturas mais dinâmicas.

O recomendável para otimizar a leitura é montar frases de até 20 palavras e parágrafos de até 5 linhas.

Outra dica interessante de escaneabilidade é fazer uso das heading tags, ou seja, os subtítulos. Na maioria das vezes, antes de começar a ler um texto, passamos o olho nele todo a fim de verificar se a informação que procuramos é abordada no texto.

Por isso as heading tags são importantes. Além de deixarem o texto mais organizado e mostrar a hierarquia das informações, ele dá uma prévia para quem veio buscando algo específico.

Interaja com seus leitores

Uma maneira de interagir com seu público de maneira dinâmica é fazendo perguntas e as respondendo.

Além de deixar o texto mais leve e informal, essa é uma ótima maneira de resgatar a atenção do seus leitores e ao mesmo tempo fazê-los pensar na sua linha de raciocínio.

Use dados sempre que possível

Sempre que o assunto permitir, use o máximo de dados possíveis. Eles ajudarão a dar base aos seus argumentos. Mas não se esqueça de se certificar se os números ou informações são de uma fonte confiável.

Quando você cita uma pesquisa, você gera conhecimento para seus leitores e ao mesmo tempo ganha credibilidade no assunto.

Use imagens

Outra dica importante para o sucesso dos seus textos é o uso de imagens. Elas ajudam a quebrar longos períodos de texto, deixam o conteúdo mais leve e dependendo do tipo de imagem, facilitam o entendimento do leitor, como os infográficos.

Faça CTAs atrativos

Engana-se quem acredita que o CTA tem que vir somente ao final do texto. Muito pelo contrário, ele precisa estar presente durante todo o conteúdo.

Para que esse processo não se torne cansativo, basta usar o bom senso e a criatividade. Uma hora você pode usar um CTA em formato de imagem, em outros momentos use links com chamadas para ação durante o texto, e para completar, você ainda pode fazer a utilização de pop-ups.

Atualize sempre o seu conteúdo

Se você quer estar sempre na briga pelas primeiras posições das ferramentas de busca, então não deixe de acompanhar e atualizar seus conteúdos.

Além de evitar informações desatualizadas, você também tem a chance de inserir novidades, incrementar novos tópicos e ganhar novas posições no Google.

 

Ferramentas que vão te ajudar em todo processo

Ao chegar aqui você deve estar pensando: nossa mas são muitas etapas! Por onde começar? Nós da VX separamos algumas das ferramentas que costumamos usar durante nosso processo de produção. Confira agora!

Google Trends

É uma ótima ferramenta para pesquisar volume de buscas de termos semelhantes. Com ela é possível segmentar as buscas por local e período de tempo e entender melhor as preferências da sua audiência.

Keyword Planner

Tá em dúvida em quais palavras-chave usar? Consulte o Keyword Planner e tenha acesso ao volume de busca mensal de cada uma delas. Além disso, você terá uma série de sugestões de termos relacionadas ao assunto que pesquisa.

Answer the public

Agora que já está com as palavras-chave em vista, é hora de ter insights sobre os temas que serão abordados durante o conteúdo. Quer uma forcinha com isso? O Answer the Public pode te ajudar!

Ao inserir uma palavra e escolher o país onde deseja segmentar, ele apresentará várias combinações de palavras baseadas nas procuras realizados do Google. Isso significa entender o que as pessoas estão buscando na internet e ainda traz uma infinidade de possibilidades de assuntos a serem abordados no seus posts.

Dicionário de sinônimos

Na hora de escrever seus textos tenha sempre uma aba do navegador dedicada a um dicionário de sinônimos. Não existe nada mais chato do que ler um texto que repete mil vezes as mesmas palavras.

Isso atrapalha muito a experiência do usuário, pois faz com que o seu texto se torne cansativo e pesado.

Yoast do WordPress

Se você usa o WordPress, então não perca mais tempo e baixe o plugin Yoast. Ele avalia seu texto e analisa alguns dados de SEO, como presença da palavra-chave, meta-descrição, alt tags e outros.

SEMRush

Se você está buscando algo mais aprofundado na análise de SEO, o SEMRush é uma ótima ferramenta para a ocasião.

Com ele, é possível examinar seus concorrentes pagos e orgânicos, os backlinks, entender com quais palavras-chaves eles estão rankeando e gerar novas ideias para o seu desempenho.

Search Console

Fazer análises nunca é demais, não é mesmo? Por isso, vai mais uma dica! Se você quer saber quais foram as palavras utilizadas no Google para encontrar o seu post, comece a usar o Search Console.

Além de compreender a necessidade dos usuários, poderá melhorar seus textos, criar novos temas a partir dessas informações e ainda dar um upgrade no seu blog através das avaliações de indexação e velocidade.

Vamos colocar em prática?

Depois de tantas dicas, não vai ter erro! Basta combinar o uso das ferramentas, definir um calendário editorial e partir para a produção do conteúdo. Depois de colocar tudo em prática, volta aqui no nosso blog e conta pra gente a sua experiência nos comentários!

Newsletter VX Comunicação

Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?