Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Marketing

Branding: a gestão de marca na cabeça do consumidor

25 outubro, 2018

Você já escolheu o nome da sua marca e criou sua logo. Já está na hora de ir com tudo pra vender, certo? Errado! A percepção da sua marca não para por aí. Além das cores, letras, formas e sons, sensações e lembranças também devem ser levadas em consideração se você quer que a sua marca faça sucesso no mercado.

Já se perguntou qual é o segredo das grandes marcas que encantam milhares de pessoas mundo a fora? Elas despertam emoções e criam conexões conscientes e inconscientes com seu público-alvo. Essa ligações são fundamentais, para que no momento da compra, o cliente escolha o seu produto ou serviço e não o do seu concorrente.

Esse conjunto de características ajuda a compor a personalidade de uma marca na mente do consumidor, utilizando também sensações e percepções. Assim, auxiliam na criação de valor para o consumidor. É mais que um produto ou serviço. A marca está carregada de significado.

E essa é exatamente a função do branding!

Por isso, essa estratégia é tão vital para o seu negócio! Continue lendo esse artigo e entenda como o branding pode te ajudar a estar na cabeça de seus consumidores e aumentar as suas vendas!

Branding: gestão de marca

O que é branding?

Elemento essencial para compor o seu mix de marketing, o branding, em resumo é um conjunto de práticas que realizam a gestão de uma marca. Ou seja, o seu objetivo é tornar uma marca mais conhecida e desejada, ocupando a mente e coração de seus consumidores.

O branding abrange desde a concepção de marca até as atividades cotidianas de marketing. Assim, esse trabalho consiste num conjunto de ações que geram resultados a longo prazo. Afinal, uma marca não se consolida da noite pro dia. Ela precisa de tempo e muito trabalho para alcançar sucesso.

Dessa forma, com o objetivo de despertar sensações e criar conexões, o branding organiza um conjunto de ações alinhadas ao posicionamento, propósito e valores da marca. Ou seja, funciona como um grande diferencial do que é a sua marca para o que os seus concorrentes são.

Ainda é importante lembrar que o trabalho de brading tem um custo que deve ser levado em consideração. Por isso, muitas empresas pequenas não conseguem investir. Porém, existem algumas estratégias que podem ser adotadas para minimizar a falta desse planejamento.

Diferença entre branding e marca

Você já parou para se perguntar qual é a diferença entre marca e a sua logo? A boa notícia é que a sua marca não é o seu logo ou o seu nome. Tampouco é o seu mascote.

Mas agora você deve estar se perguntando o que é a sua marca, certo? Todas as partes citadas acima são uma parte do que compõe a sua marca. Ou seja, ela é formada por tudo aquilo que está ligado a você. Desde suas cores, logo, nome, site, jingles entre outros ativos. Por exemplo, você sabia que a empresa de joias Tiffany & Co tem o seu tom de cor registrado como um ativo da marca? Você olha para aquela cor e identifica logo como sendo a Tiffany.

Agora você consegue entender o quanto o branding pode abranger?

O branding faz a sua marca se tornar um conjunto de associações que te representam para os consumidores. Ele está diretamente ligado aquilo que as pessoas percebem da sua marca. Por isso, é importante lembrar que é algo com que você pode trabalhar, porém não consegue necessariamente impor ao consumidor. Desta forma, a marca pode ficar enraizada na mente dos consumidores de forma negativa ou positiva. Assim, é preciso tomar muito cuidado com todo o planejamento de ações e com tudo o que é exposto na mídia sobre o seu negócio.

E qual a diferença entre branding e marketing?

Você pode estar se perguntando, então, afinal, qual é a diferença entre branding e marketing?

Você já entendeu que é o branding que torna o seu produto ou serviço único e especial para os consumidores, não é mesmo?

Com a globalização e o aumento da competitividade, ressaltar seus diferenciais tornou-se uma grande questão estratégica para as marcas, a fim de evidenciar seu posicionamento para o público. Assim, a grande chave do branding é construir uma marca de personalidade, com propósitos e valores que criem conexões com as pessoas, contando histórias que mexam com seus sentidos.

Se você estiver se perguntando onde o marketing entra nisso, é bem simples: o branding é um dos elementos essenciais que deve compor todo bom mix de marketing.

O valor da marca

Mensurar o valor de uma marca é uma tarefa muito complexa, uma vez que é algo totalmente abstrato. Para começar, a análise precisa ser feita individualmente, pois o valor da marca é construído a partir da percepção do consumidor. Sendo assim, isso vai depender de consumidor para consumidor, uma vez que o mesmo estímulo pode causar sensações diferentes em públicos diferentes.

Dessa forma, o principal desafio é fazer com que esse trabalho impacte de forma positiva a maior parte do público. Assim, concentre-se em aplicar conjuntos de ações que atraiam as pessoas que se identificam com você e no que você acredita. Dessa maneira, o valor da sua marca para seus consumidores será positivo.

Importância e benefícios do branding

Ainda restam dúvidas da importância e dos benefícios que o branding pode trazer para a sua empresa? Há ainda muitos motivos que podemos destacar para que você entenda por que deve priorizar um trabalho de branding para o seu negócio.

Acompanhe abaixo algumas razões para incluir um bom serviço de branding para a sua empresa:

Racionalidade nas escolhas de compra

A maioria das pessoas acredita que suas escolhas de compra são racionais, porém não é bem assim que acontece, pois uma série de fatores afetam essas escolhas de forma inconsciente no momento da compra.

A especialidade do marketing de experiência é afetar nossas decisões na hora da compra. Muitas lojas, por exemplo, preparam seus ambientes para estimular nossos sentidos a fim de estimular um aumento nas compras por impulso.

E o branding segue a mesma linha: marcas mais fortes levam vantagem sob marcas com menos apelo.

Aumento na percepção de valor

Como vimos, a percepção de valor é individual e varia de consumidor para consumidor. Mas esta pode ser influenciada com o papel do branding. Vamos a um exemplo simples: quantas vezes você já pagou mais caro por um produto ou serviço de uma marca conhecida em detrimento de uma marca menos conhecida? Com isso você tentava garantir a compra de um produto de qualidade, certo?

Ou seja, você e todas as pessoas estão dispostas a pagar mais por produtos e serviços mais caros, caso a marca seja considerada forte, se enxergarem esse valor nela.

Sustento da força da marca

O branding é um dos ativos com maior longevidade. Uma estratégia bem planejada consegue trazer resultados a longo prazo, direta ou indiretamente, como: aumento das vendas diretas, retenção maior dos cientes, redução de custos de aquisição de cliente, habilidade de atrair e reter talentos e muitos outros!

Além disso, é fácil notar que um negócio que conta com uma marca sólida no mercado consegue se manter e crescer em situações de crise em seu setor, pois, além de poder apostar em novos produtos, também é capaz de expandir para diferentes mercados ou ser capaz de conseguir crédito.

Público e marca têm os mesmos valores

Um dos pontos em comum mais importantes que as empresas devem buscar em seus públicos é a defesa dos mesmos valores. Com isso, é mais fácil estabelecer uma relação de confiança com eles e ao mesmo tempo convencer as pessoas a te apoiarem.

Assim, quanto mais pontos em comum a personalidade da sua marca tiver com a sua persona ideal, maiores serão as chances de todas as suas estratégias serem um sucesso.

Dessa forma, o branding ajudará você a atingir seus resultados, especialmente a longo prazo.

 

Como fazer um bom planejamento de branding?

Agora que você já entende toda a importância do brandig para a sua empresa, deve estar se perguntando: como  montar um planejamento eficiente de branding? Para isso, você deverá levar em consideração os fatores internos e externos:

Fatores internos

É importante criar uma cultura forte com seus colaboradores para assegurar que eles  sejam os principais defensores da sua marca. Assim, garanta que os pontos abaixo sejam cumpridos na cultura interna do seu negócio:

  • Conhecimento: faça com que seus colaboradores entendam de fatos quais são os valores e objetivos da sua marca, e além disso, esforce-se por avaliar se o seu pessoal conta com seus valores também.
  • Comprometimento: qual é o grau de comprometimento da sua marca e dos seus colaboradores com o que ela prega?
  • Adaptação: é importante avaliar o quanto a sua marca está alinhada ao mercado.

Fatores externos

Você sabe que os fatores externos estão relacionado a percepção das pessoas sobre a sua marca. Por isso, nesse aspecto é importante destacar alguns pontos que devem receber especial atenção:

  • Consistência: antes de mais nada, a sua marca necessita atender as expectativas do seu consumidor.
  • Autenticidade: os valores propagados pela sua marca devem ser claros e estar presentes de forma coerente em todas as suas comunicação. Sempre tenha muito cuidado para não se contradizer com uma campanha ou escolha de marketing.
  • Entendimento: o público tem que entender suas motivações e quem é a persona da sua marca. Deixe tudo sempre claro!
  • Relevância: a sua marca precisa provocar alguma mudança, através de sentimentos ou sensações, na vida das pessoas.
  • Presença: sua empresa deve estar presente no momento e no local certo. Deve estar aonde sua persona ideal se encontra.
  • Diferenciação: é extremamente importante se diferenciar dos demais concorrentes, com características e qualidades fortes.

7 dicas para você fazer um bom planejamento de branding

Nesse momento, você já sabe o quanto o branding é importante para o seu negócio e entendeu que precisa aplicar conjuntos de soluções internas e externas para fazer sucesso, não é mesmo?

Assim, sabendo que um bom planejamento de branding pode transformar seu negócio. E para isso ele deve ser feito da maneira correta. Para te ajudar a entender como fazê-lo, seguem abaixo algumas dicas de como fazer uma gestão de marca de sucesso:

Quais são os valores do seu negócio?

Já dissemos que os valores compõem as mensagens que a sua empresa deseja passar para o público. Assim, ele deve ser levado em consideração em toda a comunicação da empresa, gerando harmonia na mensagem.

Por isso, é necessário contar com valores claramente definidos e que sejam trabalhados por toda equipe, o que facilitará mostrar a personalidade da marca para o público de forma afinada.

Cuidado: sempre mantenha a harmonia

Com o avanço tecnológico, contamos com uma infinidade de canais nos quais estamos presentes, como: site, fanpage no Facebook, Instagram, TV, rádio, e-mail marketing e muitas outras ferramentas, não é mesmo?

Por isso, é de fundamental importância que a marca tenha uma personalidade consistente e uniforme em todos esses canais!

Por exemplo, pense numa pessoa que a cada hora tem uma opinião, fala de um jeito e muda de lado. Você confia nessa pessoa? O mesmo acontece com as marcas. Por isso, é tão importante integrar todo o seu planejamento de branding, com marketing, a comunicação e os valores da empresa.

Qual é a percepção do seu cliente?

É muito importante saber o que os seus clientes e até mesmo seus prospects acham da sua marca. Acompanhar essas percepções deve ser um trabalho incansável. Antes de mais nada, monitore não só o que eles dizem nas redes sociais mas também os sentimentos que eles expressam.

Essas respostas são muito úteis para ajustar a estratégia, entender as deficiências do branding e corrigir possíveis falhas, inclusive falhas operacionais, no sistema, distribuição, entre outros.

Ficar de olho no que os consumidores falam é um dos segredos de crescimento de grandes companhias.

Pense a longo prazo

Você sabe que as ações de branding não devem ser pensadas no curto prazo. Os resultados dos planejamentos atuais impactarão diretamente a longo prazo.

É óbvio que muitas ações podem surtir efeitos em pouco tempo. Porém, a maioria das ações desse tipo de estratégia requerem tempo!

Invista em cultura corporativa

Você sabia que uma cultura corporativa forte impacta diretamente na forma como o público enxerga sua marca?

Afinal, seus colaboradores são os principais encarregados de transmitir a mensagem da sua marca. Então, eles são os primeiros que precisam estar em contato direto com seus valores e mensagens para que possam passá-los.

É muito perigoso uma empresa contar com uma cultura interna que não condiz com a sua mensagem. Sabia? Ao primeiro sinal de crise, tudo pode desmoronar e afetar para sempre a forma com o público enxerga sua marca.

Esteja sempre aberto a inovação

O marketing digital ampliou os horizontes e trouxe muitas possibilidades para aplicação do branding. Assim, trazer as utilizações dessa estratégia para o ambiente digital pode gerar muitas vantagens para o seu negócio.

São muitas possibilidades que podem incrementar ainda mais o seu plano de marketing, desde redes sociais, materiais ricos, landing pages, blog etc.

Aproveite o marketing de conteúdo

Já ouviu falar em marketing de conteúdo? Ela é uma das principais ferramentas de branding!

Disponibilizar conteúdo relevante para o seu público faz toda a diferença para se posicionar como autoridade no seu nicho. Com isso, você ainda estabelece confiança na hora de ofertar seu produto!

Cases de branding

Você deve também estar se perguntando que empresas conseguem colocar tudo isso em prática, certo? E aí segue uma lista pra você:

  • Coca-cola
  • Apple
  • Ray-Ban
  • Nike
  • Adidas

Quer ver mais cases de marketing? Clique aqui e conheça!

Newsletter VX Comunicação

Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?