Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?

Marketing

Aprenda a fazer um brainstorming de sucesso

30 agosto, 2019

Ideias inovadoras e soluções eficientes não surgem com tanta facilidade, né? Encontrar as respostas necessárias para as demandas do dia a dia de uma empresa é um grande desafio. Porém, com uma boa equipe e através de recursos como o brainstorming, é possível criar oportunidades para explorar o potencial criativo de cada um.

Acredite se quiser, mas é possível chegar a resultados incríveis e soluções além do esperado. Quer descobrir todas as dicas para realizar um brainstorming de sucesso? Basta continuar lendo esse post!

O que é um brainstorming?

Traduzido do inglês como “tempestade de ideias”, o termo brainstorming surgiu na década de 40, através do empresário Alex Faickney Osborn. Seu conceito consiste em reunir um grupo de colaboradores com objetivo de gerar ideias e soluções para um problema comum.

Essa técnica pode e deve ser difundida em empresas de todos o tamanhos e setores. Criar esse hábito é algo muito saudável, pois torna a equipe mais unida, cria o sentimento de colaboração em cada um e mantém as ideias e pensamentos sempre em evolução. 

Dessa forma, um brainstorm bem construído é uma técnica útil em agregar conhecimento para os participantes e auxiliar na gestão de problemas.

Preparação para um brainstorming

O brainstorming não deve acontecer de maneira aleatória. É importante ter um ambiente propício para que as contribuições dos participantes aconteçam, sendo melhor executado quando há um roteiro mediado por um responsável. Separamos algumas dicas para te ajudar a colocar essa técnica em prática:

Domínio do assunto

O primeiro passo é garantir que todos os participantes tenham recebido um briefing e estejam preparados para o brainstorming. De nada adianta o processo, se não apresentarmos as questões que serão abordadas previamente, pois isso poderá ocasionar em perda de tempo e foco.

Mas de que formas a equipe pode se preparar para esse tipo de reunião? Com o problema já em mente, todos podem separar um tempo antes para fazer pesquisas que ajudarão a encontrar referências e trarão ideias para alimentar a criatividade.

Todos devem falar

Modere a discussão com equilíbrio, ou seja, dê espaço para que todos possam contribuir. É importante que todos consigam expor suas ideias, ao invés de somente uma parcela de pessoas terem o controle do processo.

Pensando nisso, não deixe que uma pessoa exponha tudo que pensa de uma vez só, se as ideias forem propostas aos poucos, é possível que um consiga acrescentar novas informações ao que é dito pelo outro. Desta forma, a conversa se torna dinâmica e funcional.

Anote tudo que for falado

Por último, mas não menos importante, tome nota de tudo que for levantado pelos participantes, até mesmo aquelas ideias que pareceram absurdas. Uma ideia é evitar interpretar as ideias, ou seja, transcreva-as sem modificá-las.

Ao final, agrupe suas ideias e elimine as que estiverem duplicadas. Faça uma peneira, selecione as melhores e avalie as implicações de cada uma. Não se esqueça de uni-las de forma que as ideias se tornem complementares para a solução do seu problema.

O que não pode ser feito em um brainstorming

Já deu pra notar que a prática de brainstorming vale a pena e é capaz de trazer diversos benefícios. Apresentamos acima, o que deve ser feito para o preparo do brainstorming, agora, vamos focar em algumas regras do que não deve ser feito durante esse processo. Se você não quer desperdiçar o potencial dessa prática, se liga nas dicas que vamos abordar:

Criticar a ideia alheia

Não rejeite nenhuma ideia. Ao juntar pessoas com diferentes experiências, personalidades e pontos de vista, é comum que algumas ideias possam parecer ruins ou absurdas. Mas mesmo assim, não deixe que um participante condene a ideia de outro.

Cada vez que uma pessoa apresenta uma ideia e é rejeitada, ela vai criando bloqueios no seu processo de criação. Além do mais, isso pode acabar desviando o foco da conversa ou inibir outros colaboradores de participarem.

Sendo assim, desde o início, incentive todos a manterem a mente aberta. Lembre-se que toda a ideia é bem vinda, por mais que pareça maluca.

Interromper um fluxo criativo

É muito importante cuidar para que não haja interrupções durante o brainstorm. Ou seja, elimine ligações, pessoas passando recados ou assuntos que não estejam dentro do escopo.

Cada momento que a conversa é pausada, o fluxo criativo é interrompido, e assim, os participantes podem perder a linha de raciocínio e acabar pensando em outros assuntos.

Por isso, se quer sair da reunião com boas ideias, elimine qualquer distração.

Conflito de ideias

Muito cuidado com o conflito de ideias, apesar de normais, eles não podem acontecer o tempo todo. Senão, o que era pra ser uma busca pela resolução de um problema, passará a ser uma guerra para ver quem tem os melhores argumentos.

Além disso, esses conflitos podem acabar deixando o ambiente pesado demais para que algo interessante possa novamente ser produzido, e aí, nesse caso, o propósito da reunião será perdido.

Depois de tantas ideias e dicas sobre como aplicar o brainstorming, acho você já é capaz de organizar uma reunião desse tipo. Mas aqui vai a última dica de um outro processo que pode ser de extrema importância para sua empresa. Já ouviu falar de benchmarking? Confira nosso post e aprenda mais sobre essa técnica que irá te ajudar a alcançar ótimos resultados.

Newsletter VX Comunicação

Que tal receber algumas recomendações de conteúdo personalizadas para você?

Qual seu interesse por marketing?